Evolução da Tecnologia portátil (Parte 1)


Por diversas vezes fui questionada sobre a diferença entre iPod, iPhone, Smartphone, celular, iPad, etc., etc., etc. Por isso resolvi escrever um post para esclarecer estas dúvidas e, também, saber de mais detalhes destas diferenças, caso seja questionada novamente.

Os aparelhos portáteis multifuncionais que conhecemos hoje surgiram, basicamente, da junção do aparelho celular e do tocador de áudio digital (descendente do tocador de fita cassete, pois é, isso existiu sim e não faz  muito tempo!).

Para entender melhor vamos às definições de cada aparelho:

Celular Antigo (Tijolão)

Telefone celular: “é um aparelho de comunicação por ondas electromagnéticas que permite a transmissão bidireccional de voz e dados utilizáveis em uma área geográfica que se encontra dividida em células…”(Wikipédia). Pensando bem, vamos deixar um pouco de lado toda essa parte técnica e vamos falar de algumas funcionalidades?! O surgimento do Telefone Celular permitiu a comunicação por voz e dados entre duas pessoas geograficamente distantes. Os primeiros aparelhos, e confesso que conheci alguns, mais pareciam com tijolos do que com os celulares que temos hoje, por isso logo foram intitulados de “tijolões” (meu pai teve um desses).

Modelo de MP3

Tocador de áudio digital: estes são os popularmente conhecidos por MP3, mas na verdade mp3 é a extensão do áudio que este aparelho toca. Com um ‘MP3’ é possível escutar e gravar áudios, alguns até podem ser usados como pen drives. Os MP3 evoluíram para:

MP4, com os quais podemos visualizar imagens e vídeos (lembrando que mp4 é a extensão do vídeo);

MP5, além de acumular as funções dos anteriores possui uma câmera de vídeo, possibilitando tirar fotos e gravar vídeos;

MP6 com tecnologia Bluetooh e outras (sem as partes técnicas né?!) que possibilita compartilhar tudo com seus amigos;

MP5

MP7, com tanta coisa nos MPs da vida, o que está faltando? R. TV! É isso mesmo, além de todas as funcionalidades citadas anteriormente, neste podemos assistir TV.

Pensa que acabou por aqui? Não! O MP8 proporcionou a junção de todas estas funcionalidades com a possibilidade de falar com as outras pessoas através dele, é isso mesmo, aqui aconteceu a junção do celular e do tocador de áudio digital (evoluído, claro!). E não acabou ainda, no MP9 podemos utilizar dois chips simultaneamente e o MP10 vem com GPS integrado.

A partir daí os aparelhos já possuem softwares, câmeras com resoluções cada vez melhores e alguns com Wi-Fi. Entre o MP11 e o MP20 existem poucas diferenças nos aparelhos, os formatos variam entre touch screen ou teclado QWERT (aquele parecido com o do computador) para facilitar o ‘bate-papo’. Já vi alguns onde podemos inserir 4 chips diferentes!! Muitos números para decorar heim?!

Vale salientar que apenas MP3 e MP4 são extensões de áudio e vídeo, respectivamente, os demais MPs são apenas nome dados aos aparelhos para aproveitar a ‘fama’ e vender mais, jogada de marketing.

No próximo post irei falar um pouco sobre o iPod e onde ele entra nesta história.

See you!

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Portable. ligação permanente.

3 respostas a Evolução da Tecnologia portátil (Parte 1)

  1. Pingback: Evolução da Tecnologia portátil (Parte 2) | Gestão da Tecnologia da Informação

  2. Pingback: Evolução da Tecnologia portátil (Parte 3) | Gestão da Tecnologia da Informação

  3. Pingback: Evolução da Tecnologia portátil (Parte 4) | Gestão da Tecnologia da Informação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s