BI: setor vira prioridade de investimentos em TI


A pressão para que as áreas de TI implementem ferramentas de BI (Business Intelligence) e aplicativos voltados à análise de dados — em projetos com baixo custo e o mais rápido possível — tem aumentado de forma significativo já há alguns anos. E as pesquisas apontam que, em 2010, essa demanda deve atingir seu ápice para os CIOs de todo o mundo.

“O interesse por BI, seu uso e a sofisticação dos recursos crescem a cada ano”, constata o CIO e vice-presidente sênior de produtos da Cars.com, Bill Swislow. “Problemas nos negócios sempre existem e as pessoas estão o tempo todo em busca de ferramentas novas para resolver problemas antigos”, analisa o executivo, que está à frente da TI de um dos maiores sites de compra e venda de veículos dos Estados Unidos.

Pesquisas recentes do Aberdeen Group realizadas com executivos da área de tecnologia da informação mostram que, há dois anos consecutivos, o BI aparece como a solução considerada como a mais importante arma de TI para trazer resultados para o negócio em até cinco anos.

De acordo com outro estudo, realizado em janeiro de 2010 pela consultoria Kognitio and Baseline, quase um terço das empresas que já utilizam soluções de Business Intelligence planeja agregar novas ferramentas. Além disso, boa parte delas pretende ampliar as funcionalidades do Business Intelligence que utilizam atualmente, bem como querem ampliar seu uso para um maior número de áreas dentro da organização.

O que isso tudo significa para os CIOs e os departamentos de TI? Quer sua empresa seja usuária de BI iniciante ou veterana, a demanda por aplicativos analíticos provavelmente não será saciada em um futuro próximo. “Sem dúvida, a influência do Business Intelligence nos nossos negócios é cada vez maior”, reconhece Swislow, da Cars.com, que explia: “Essa tecnologia nos dá a sensação de conhecimento, poder e influência.”

Antes de acumular a função de CIO, há cerca de um ano, Swislow era um dos usuários mais ativos e um dos defensores mais ferrenhos de iniciativas de BI na área de negócios. Agora é ele quem tem de lidar com as solicitações, explicações e expansões dos projetos conduzidos pela área de TI. Além disso, ajuda o negócio a satisfazer seus desejos e suas necessidades de BI, onde e quando for possível.

Com certeza, os aplicativos analíticos e os dashboards (paineis de controle) do BI são um assunto ‘quente’ no ambiente corporativo. Contudo, por mais que os CIOs se encontrem em uma louca corrida para fornecer aplicativos de inteligência e de análise de negócios aos usuários, devem primeiro determinar quais os processos que vão obter mais eficiência com essas ferramentas. Por outro lado, precisam assegurar que os dados certos cheguem aos usuários e, por fim, têm de selecionar as ferramentas de software apropriadas para ajudar os usuários a tomar decisões mais embasadas e inteligentes.

Thomas Wailgun – CIO/EUA
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Management com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s