Office na web, a estratégia segura de cloud computing da Microsoft


A espera está perto do fim. O Office para web será oferecido para os usuários do HotMail a partir de 15 de junho, virá com um serviço de armazenamento na nuvem chamado SkyDrive e dará acesso ao Word, Excel e PowerPoint, anunciou a Microsoft nesta quarta-feira (12/5), em Nova York (EUA).

Mas a novidade, que será a arma da empresa para combater iniciativas como o Google Apps, não foi o destaque desta apresentação, ocorrida num pequeno estúdio da parceira de mídia NBC, no Rockefeller Center, e que reuniu grandes clientes. A estrela do palco foi o mesmo o Office 2010, que está disponível para grandes empresas e chega ao varejo também em 15 de junho. Novas versões do Visio, do Project e dos servidores Exchange e SharePoint também foram lançados.

“Para preparar o Office 2010, ouvimos os clientes ao redor do mundo, levamos em conta a nova realidade econômica das empresas e a chegada da geração Millenium ao mercado de trabalho”, explicou o presidente da Divisão de Negócios da Microsoft, Stephen Elop.

Realidade econômica é uma referência da Microsoft à crise econômica global que desde 2008 vem pressionando empresas a reduzir custos. Mas isso não quer dizer que a empresa tenha decidido baixar os preços dos pacotes Office.

“Com o Office 2010, o tempo de amortização da migração a partir do Office 2007 é de 7,4 meses”, enfatizou Alop. A estimativa baseia-se em números da consultoria Forrester e leva em conta até a economia com viagens corporativas, realizada com o uso das ferramentas colaborativas.

Em outra medida, Elop diz que uma empresa que usar o Office 2010 ganhará em produtividade, por ano, duas semanas de trabalho por funcionário.

“O Office chegou para lidar com o fluxo de informação nas empresas”, defende.

Até os web aplicativos, que deverão fazer a festa dos usuários de web a partir do mês que vem, foram concebidos com as empresas em mente. Números apresentados pelo executivo da Microsoft durante a apresentação enfatizam o crescente número de pessoas que trabalham fora dos escritórios – os chamados telecommuters.

Na sessão demo, o vice-presidente sênior da divisão, Chris Capossela, enfatizou a utilidade das aplicações web dentro de uma estrategia de comunicação colaborativa empresarial.

Sob o mantra “PC, web e mobile”, Capossela mostrou como uma planilha Excel ou uma apresentação PowerPoint pode ser atualizada ou transmitida simultaneamente por meio dos três meios. O recurso é viabilizado pelo SharePoint 2010, que agora ganha ares de rede social corporativa.

Na demo, ele usou uma versão não identificada de smartphohe com o Windows Phone 7, mas garantiu que aparelhos com o Windows Mobile 6.5 podem participar, desde que tenham sua versão do Office Mobile 2010 instalada.

“Com esses anúncios, a Microsoft entrega a nuvem nos termos de vocês”, finalizou Elop, dirigindo-se à parte da plateia composta de CIOs. Para quem ainda desconfia da cloud computing, a proposta da empresa, baseada em ferramentas e ambientes já conhecidos, pode ser uma opção.

Por Robinson dos Santos, do IDG Now!

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Cloud Computing, News com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s