Lucro da Microsoft cresce 35%, impulsionado pelo Windows 7


A Microsoft anunciou um forte crescimento de lucro e receita em seu terceiro trimestre fiscal, encerrado no dia 31 de março,  devido ao sucesso do Windows 7.

Segundo a empresa, foi registrado  lucro líquido de 4,01 bilhões de dólares, 35% acima do registrado no mesmo período do ano passado.  O ganho por ação da companhia foi de 0,45 dólar, superando as expectativas dos analistas, que esperavam 0,03 dólar, de acordo com a Thomson Reuters.

O diretor financeiro da Microsoft, Peter Klein, diz que, além do Windows 7, o serviço de buscas Bing,  o Xbox Live e novos serviços para a computação em nuvem inpulsionaram o crescimento.

As vendas do Windows 7 cresceram 28%, em relação ao mesmo período do ano passado. A empresa aproveitou o anúncio de resultados para apontar que 10% dos computadores mundiais usam o Windows 7 como sistema operacional.

O Windows e a divisão Windows Live impulsionaram a receita, arrecadando 4,41 bilhões de dólares no trimestre, ultrapassando a receita de 2008, que foi de 3,45 bilhões de dólares. Outras divisões relataram receitas mais modestas, mas ainda acima dos valores de 2008: o grupo de servidores e ferramentas gerou 3,75 bilhões de dólares, entretenimento e aplicativos, 1,66 bilhão de dólares, e a divisão online, 566 milhões de dólares.

Apenas a divisão de negócios não reportou crescimento. No último trimestre de 2008, o setor havia arrecadado 4,5 bilhões de dólares. O anúncio da Microsoft para o mesmo período de 2009 foi de 4,24 bilhões.

O gerente de relações com investidores da Microsoft, Bill Koefoed, afirma que a companhia tem percebido algumas tendências para investimento em mercados emergentes, onde as vendas cresceram 20% e registraram melhores resultados que em mercados maduros.

Ele aponta também que o setor empresarial voltou a mostrar sinais de vida. No ano passado, as compras de computadores nas empresas tiveram um ritmo lento, e agoram estão se recuperando.

A Microsoft também viu boas áreas de expansão em alguns de seus outros empreendimentos, ainda em desenvolvimento. No setor de virtualização, a receita do System Center Server subiu mais de 20%. A publicidade online teve um aumento de 19%.  E o Bing registrou “10 meses consecutivos de participação de mercado nos Estados Unidos”, afirmou Koefoed.

A companhia também vê uma grande oportunidade em seus serviços de computação em nuvem. Neste trimestre, os serviços Azure foram anunciados, juntamente com uma série de outras versões de aplicativos da Microsoft. Koefoed alegou que a empresa tem acrescentado alguns grandes nomes à sua lista de clientes, tais como Starbucks e McDonalds.

Por Redação da Computerworld

Anúncios
Esta entrada foi publicada em News com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s