Red Hat lança RHEL 6.0 para virtualização e cloud computing


A Red Hat lança hoje a versão 6.0 do Red Hat Enterprise Linux (RHEL), com uma série de novos recursos que devem ajudar os data centers a suportar melhor virtualização e cloud computing. Será também a primeira versão do Sistema Operacional a não incluir o hipervisor Xen. E a primeira a usar ext4 como sistema de arquivos padrão. Agora, o RHEL pode  executar sistemas de arquivos de até 16 terabytes.

“A empresa decidiu concentrar todos os seus esforços em torno da virtualização do Kernel Virtual Machine (KVM), disse Tim Burke,  vice-presidente de engenharia da Red Hat.

Com a ênfase da Red Hat para a computação em nuvem, a decisão da empresa em deixar de usar o Xen pode parecer surpreendente. Mas ao longo dos últimos anos, a Red Hat tem cada vez mais apoiado o uso do KVM. Que, na opinião dos analistas, vai na direção contrária de outros fornecedores do mercado de virtualização baseada em servidores, como a Citrix e a VMware. As duas estão adotando baixo nível de infra-estrutura virtual, na qual todas as funções do servidor são virtualizadas. Em contrapartida, o uso do KVM invoca o kernel do sistema operacional, e só vai rodar  máquinas virtuais Linux.

Para ajudar na implantação de cloud computing, o RHEL 6.0 tem a capacidade de alocar dinamicamente estruturas de dados do kernel. “Isso vai permitir que os prestadores de serviços em nuvem possam oferecer melhor nível de serviço”, disse Burke. Como as máquinas virtuais são carregadas para o sistema operacional, o administrador pode especificar a quantidade de memória, quantos ciclos de processamento e quanto de banda de rede devem ser atribuídas a cada máquina.

Outra novidade é o Completely Fair Scheduler (CFS), que “equilibra dinamicamente  as cargas de trabalho”, distribuindo os recursos de CPU mais uniformemente em todas as aplicações.

Apesar do lançamento, a versão 6.0 só deverá estar dsiponível para uso em alguns meses, segundo a Red Hat.

Por IDG News Service, Computerworld

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Cloud Computing, Virtualization com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s